Caracterização fitofisionômica das restingas da Reserva Biológica de Santa Isabel, litoral norte de Sergipe

Eduardo Vinícius Silva Oliveira, Myrna Friederichs Landim

Resumo


Este trabalho teve por objetivo caracterizar as fitofisionomias ocorrentes na Reserva Biológica (REBIO) de Santa Isabel, localizada no litoral norte de Sergipe. As fitofisionomias encontradas nesta REBIO são similares às de outras áreas de restinga da Região Nordeste do Brasil, sendo observadas sete fitofisionomias distintas, determinadas principalmente pela natureza do substrato e pela distância com o mar. Dessa forma, foi possível dividir duas formações básicas, a primeira praial-campestre: campo aberto não inundável (CANI), campo aberto inundável (CAI), campo fechado inundável (CFI) e campo fechado não inundável (CFNI). Já a segunda formação, restinga: fruticeto aberto não inundável (FANI), fruticeto fechado não inundável (FFNI) e floresta não inundável (FNI).


Palavras-chave


Unidades de conservação; comunidades vegetais; formação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.