Concepções alternativas de estudantes da 1º série do ensino médio sobre ácidos e bases investigadas nas ações do PIBID/Química/UFS/São Cristóvão

Silná Maria Batinga Cardoso, Luiz Henrique Barros da Silva, João Paulo Mendonça Lima

Resumo


Analisamos as concepções alternativas de 89 estudantes do 1º ano do ensino médio sobre ácidos e bases. A coleta dos dados foi realizada através da aplicação de questionário, durante as ações do PIBID/Química/UFS/São Cristóvão. Notou-se que a maioria dos alunos apresenta pouco conhecimento sobre ácidos e bases. O único modelo científico usado para ácidos e bases baseia-se na teoria de Arrhenius. Porém, mesmo não sabendo definir os conceitos, os alunos identificam substâncias ácidas presentes no cotidiano. O que reafirma a necessidade de integração entre os conceitos científicos e situações vivenciadas pelos alunos. O reconhecimento das suas concepções nos permite planejar e reorganizar a sequência de ensino de nossa oficina temática, a fim de contribuir para construção do conhecimento.

 


Palavras-chave


concepções alternativas, ácidos e bases, oficinas temáticas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.