Concepções alternativas de estudantes da 1º série do ensino médio sobre ácidos e bases investigadas nas ações do PIBID/Química/UFS/São Cristóvão

Autores

  • Silná Maria Batinga Cardoso Departamento de Química/Laboratório de ensino de Química/CCET/Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão-SE
  • Luiz Henrique Barros da Silva Departamento de Química/Laboratório de ensino de Química/CCET/Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão-SE
  • João Paulo Mendonça Lima Departamento de Química/Laboratório de ensino de Química/CCET/Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão-SE

Palavras-chave:

concepções alternativas, ácidos e bases, oficinas temáticas

Resumo

Analisamos as concepções alternativas de 89 estudantes do 1º ano do ensino médio sobre ácidos e bases. A coleta dos dados foi realizada através da aplicação de questionário, durante as ações do PIBID/Química/UFS/São Cristóvão. Notou-se que a maioria dos alunos apresenta pouco conhecimento sobre ácidos e bases. O único modelo científico usado para ácidos e bases baseia-se na teoria de Arrhenius. Porém, mesmo não sabendo definir os conceitos, os alunos identificam substâncias ácidas presentes no cotidiano. O que reafirma a necessidade de integração entre os conceitos científicos e situações vivenciadas pelos alunos. O reconhecimento das suas concepções nos permite planejar e reorganizar a sequência de ensino de nossa oficina temática, a fim de contribuir para construção do conhecimento.

 

Downloads

Publicado

2014-09-02

Edição

Seção

Escola de Verão em Educação Química e Seminário Integrador do PIBID/Química