A educação das relações étnico-raciais: perspectivas para a formação docente em Química

Maria Camila de Lima Brito, Edinéia Tavares Lopes

Resumo


Este trabalho se insere nas ações dos programas PIBID/ PRODOCÊNCIA/CAPES da área de Química- UFS, cujas ações de ensino, pesquisa e extensão são desenvolvidas em seis colégios estaduais sergipanos. Os objetivos deste trabalho são: realizar uma reflexão acerca das relações entre as orientações para a Educação das Relações Étnico-Raciais (ERER) e a formação docente ofertada no curso de Licenciatura Plena em Química da Universidade Federal de Sergipe - Campus de Itabaiana e investigar, a partir de um contexto formativo docente no âmbito das ações do PIBID, as reflexões das pesquisadoras acerca do “eu” e do “outro”. O trabalho trata de uma pesquisa qualitativa, a qual tem o relato autobiográfico como metodologia. Os métodos de coleta de dados foram o diário de campo, a análise documental e a entrevista. Assim, este trabalho possibilitou uma reflexão acerca das relações entre a formação docente ofertada no curso de Química e a ERER. Com isso, constatamos que o projeto político-pedagógico do curso e o currículo efetivado não contemplam a relação entre educação e cultura, ou, mais especificamente, não inserem a ERER, sendo necessária a implementação das orientações para a ERER nas diversas ações institucionais, quais sejam: ensino, pesquisa e extensão. Também foi realizada uma reflexão acerca das opiniões e visões das pesquisadoras em relação às diversas culturas – com foco na cultura afro-brasileira, ou seja, das visões acerca de “nós” e dos “outros”, conforme exposto por Candau, permitindo, assim, uma concepção mais ampla da construção da identidade cultural e docente. 


Palavras-chave


Educação das relações étnico-raciais, formação docente e Química

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.