Qualidade fisiológica e sanitária de sementes de <i>Cenostigma tocantinum</i> Ducke (Fabaceae)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2020.120202

Palavras-chave:

sementes florestais, teste de viabilidade, fungos de armazenamento

Resumo

O conhecimento acerca das características fisiológicas e sanitárias das sementes é essencial para o controle de qualidade de mudas. Assim, os testes de vigor e sanidade das sementes são fundamentais na análise de lotes amostrais. Este trabalho teve por objetivo verificar a sanidade e a viabilidade de sementes de Cenostigma tocantinum coletadas no município de Marabá-PA. A germinação utilizou o substrato de papel toalha e incubação em BOD e a viabilidade foi obtida pelo método do tetrazólio (0,1%). A sanidade das sementes foi avaliada com e sem a desinfecção por hipoclorito de sódio 2%. Para cada análise foram utilizadas 200 sementes. Foram avaliados o índice de velocidade de germinação (IVG), taxa de germinação (%), tempo médio de germinação (TMG), porcentagem de sementes viáveis e incidência de fungos (%). As análises demonstraram a taxa de germinação de 85%, IVG de 6,49 horas e TMG de 2,85 dias. A viabilidade das sementes foi de 73%. O lote apresentou 85% de incidência de Penicillium sp., 46% por Aspergillus sp, 14% por Fusarium sp. e 16% de Rhizopus sp. O método de desinfecção foi eficiente para a redução da incidência dos fungos.

Biografia do Autor

Thiago Martins Santos, Universidade do Estado do Pará

Bacharelado em Engenharia Florestal

Laboratório de Bioprodutos e Energia da Biomassa

Alisson Rangel Albuquerque, Universidade do Estado do Pará

Centro de Ciências Naturais e Tecnologia

Departamento de Tecnologia e Recursos Naturais

Laboratório de Bioprodutos e Energia da Biomassa

Milena Pupo Raimam, Universidade do Estado do Pará

Centro de Ciências Biológicas e da Saúde

Departamento de Morfologia e Ciências Fisiológicas

Laboratório de Bioprodutos e Energia da Biomassa

Downloads

Publicado

2021-01-18