Adubos de liberação lenta em cana-de-açúcar

Mailson Eduardo Geromel, Carlos Eduardo Pereira, Ana Lúcia Pereira Kikuti, Hamilton Kikuti, Jair Ramos Silva

Resumo


A utilização de adubos de liberação lenta permite que os nutrientes presentes no fertilizante estejam disponíveis quando realmente são necessários, diminuindo suas perdas e, consequentemente, possibilitando a redução das doses aplicadas. Neste sentido, avaliou-se o comportamento de duas variedades de cana-de-açúcar adubadas com N e K revestidos. Foram avaliadas a viabilidade de gemas, o número de perfilhos, a altura de plantas, a biomassa fresca e seca da parte aérea das plantas e o comprimento e produtividade de colmos industrializáveis. O uso de adubos N e K revestidos possibilita a redução de 50% da dose recomendada para o fertilizante convencional, sem afetar o crescimento e desenvolvimento da cana-de-açúcar.


Palavras-chave


Saccharum; crescimento; produtividade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2019.060201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Mailson Eduardo Geromel, Carlos Eduardo Pereira, Ana Lúcia Pereira Kikuti, Hamilton Kikuti, Jair Ramos Silva

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.