Saberes relacionados ao uso de plantas medicinais e influência na prática didática dos estudantes de Mãe D’Água, Paraíba, Brasil

Autores

  • Maria Aparecida Felix Soares Lustosa Universidade Federal de Campina Grande-UFCG
  • Larissa Araújo Santos
  • Rafael Medeiros de Araújo
  • Giselly Campos da Silva
  • Maria das Graças Veloso Marinho
  • Edevaldo da Silva

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.061202

Palavras-chave:

Prática de ensino, Plantas Medicinais, Fitoterapia

Resumo

Esta pesquisa objetivou avaliar os conhecimentos e envolvimento dos estudantes do ensino médio público (15-20 anos) da cidade de Mãe D’Água, Paraíba, relacionados às plantas medicinais e promover a construção de saberes nessa área por meio de uma prática de ensino. O estudo teve três momentos distintos: aplicação de questionário constituído 9 afirmativas estruturadas segundo o modelo da escala de Likert e mais 6 perguntas; vivência prática didática com os alunos e; reaplicação do questionário. Os alunos possuíam pouco conhecimento sobre A etnobotânica, plantas medicinais e o seu uso. Entretanto, após a vivência didática, se observou aumento significativo desse conhecimento, tais como conceituar corretamente a Etnobotânica e o que são plantas medicinais. Os conhecimentos sobre plantas medicinais foram adquiridos, principalmente, dos avós. As folhas é a parte que eles mais usam para fins medicinais. Antes da prática, eles 24,5% acreditavam que as plantas medicinais não causavam danos à saúde, 67,3% consideravam os seus efeitos moderados. Após a prática didática, esses percentuais modificaram-se para 8,2% e 51%, respectivamente. A prática didática foi eficaz para mediar e melhorar esse conhecimento. Os alunos, antes e após a prática didática, consideraram importante o estudo das plantas medicinais na disciplina de Biologia para informar sobre seus diferentes aspectos, tais como: ecológico, botânico (morfológico e taxonômico). É veemente a necessidade da inserção do ensino sobre plantas medicinais no currículo escolar, para que haja a construção do saber e promoção da valorização e uso dessas plantas presentes na comunidade em que os estudantes vivem.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Felix Soares Lustosa, Universidade Federal de Campina Grande-UFCG

Unidade Acadêmica de Ciências de Biológicas/Centro de Saúde e Tecnologia Rural/ Educação.

Downloads

Publicado

2017-08-25

Edição

Seção

Artigos