O caderno de campo como instrumento de reflexão para a formação inicial de professores de Química

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.059903

Palavras-chave:

diário de campo, reflexão, formação de professores

Resumo

Atualmente, o tema educação tem sido muito discutido devido a sua importância para a formação cidadã. Desde outrora, pesquisas indicam a necessidade da formação de profissionais qualificados e valorizados, tanto de forma inicial quanto contínua. Neste trabalho, discute-se a proposta do diário de campo como meio de reflexão sobre a prática docente. Para a análise, utilizou-se as reflexões apresentadas nos diários de campo confeccionados por licenciandos de Química durante o desenvolvimento de uma sequência de aulas relacionada a conceitos de termoquímica em turmas de segundos anos do Ensino Médio de uma escola estadual de Minas Gerais, Brasil. Observou-se o quanto é promissor a utilização do diário de campo como ferramenta de reflexão na formação inicial, auxiliando os licenciandos a refletirem sobre seus dilemas e suas ações de forma a melhorar a sua prática docente.

Biografia do Autor

Giseli Leticia Santos Barbosa

Licenciada em Química pela Universidade Federal de Lavras. Atual professora de Química na rede estadual de ensino em Minas Gerais e supervisora no PIBID/Química na Universidade Federal de Lavras.

Downloads

Publicado

2017-08-11

Edição

Seção

Encontro Nacional Ciência e Habilidades Socioemocionais