Amostra de ciências em escolas de ensino fundamental: uma abordagem voltada para física moderna

Autores

  • Heber Cruz Silva Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) http://orcid.org/0000-0003-0694-0717
  • Jaine Silva Ernesto Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  • luiz Fernando Aringhieri Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  • Fábio Alessandro Rolemberg Silva Universidade Federal de Sergipe, Centro de Ciências Agrárias Aplicadas.

DOI:

https://doi.org/10.14808/10.14808/sci.plena.2017.012702

Palavras-chave:

Material de baixo custo, Novas metodologias de ensino, Física Moderna

Resumo

De certa forma, o mundo imediato que cerca o aluno está repleto de objetos e fenômenos que constantemente desafiam a sua compreensão e despertam sua curiosidade. Este artigo relata a construção de uma proposta de se apresentar alguns conceitos de Física Moderna a turmas do último ano de Ensino Fundamental. Optou-se, em ter como base principal uma analise em cima dos PCN’s para inserção dos tópicos, em razão de que estes se constituem em uma referência para a transformação de objetivos, conteúdos e didática do ensino. Dando-se uma ênfase especial ao uso de experimentos simples e de baixo custo como recurso metodológico, visto que estes aproximam a vivência direta de alguns dos princípios subjacentes da Física Moderna à tecnologia atual, e proporcionam um caráter lúdico e dinâmico a apresentação. Logo, foi possível observar a percepção que os alunos tiveram em relacionar alguns dos conceitos apresentados com situações comuns do seu dia a dia, reconhecendo que a ciência esta aplicada de maneira efetiva em suas vidas.

Biografia do Autor

Heber Cruz Silva, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Graduado em Licenciatura plena em Física pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Departamento de Física.

Ciencias Exatas e da Terra.

Jaine Silva Ernesto, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Graduanda em Licenciatura plena em Física pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Departamento de Física.

Ciencias Exatas e da Terra.

luiz Fernando Aringhieri, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Mestrando no MNPEF pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Departamento de Física.

Ciencias Exatas e da Terra.

Fábio Alessandro Rolemberg Silva, Universidade Federal de Sergipe, Centro de Ciências Agrárias Aplicadas.

Doutor em Física pela Universidade Federal de Sergipe, com experiência na área de Física, com ênfase em Física Médica, no desenvolvimento de pesquisa em Controle de Qualidade em Equipamentos Médicos Radiológicos. Atualmente Professor e Pesquisador da Universidade Federal de Sergipe

Downloads

Publicado

2017-01-13

Edição

Seção

I Workshop sobre pesquisas na Amazônia e I encontro do MNPEF da Unifesspa