Comportamento da linha de costa e ocupação humana na Atalaia Velha e no Mosqueiro, Aracaju, SE

Taís Kalil Rodrigues, Dyego Anderson Silva Pereira, Elaine Silvia dos Santos Feitosa, Luciana Vieira de Jesus, Manuela Gavazza da Silva, Ana Cláudia da Silva Andrade, José Maria Landim Dominguez, Ana Amélia de Oliveira Lavenére-Wanderley

Resumo


O presente trabalho visa identificar as alterações na configuração da linha de costa e sua relação com a ocupação antrópica da Atalaia Velha e do Mosqueiro, Aracaju-SE. A metodologia consistiu no mapeamento multitemporal da linha de costa e da ocupação antrópica no programa de geoprocessamento ArcGis© 9.3.1 e, em trabalhos de campo. Este estudo mostrou que a morfologia da linha de costa da Atalaia Velha e do Mosqueiro foi fortemente alterada ao longo do período de 1965 a 2008. Após eventos de acumulação costeira ocorridos na Atalaia Velha no período de 1965 a 2003 e no Mosqueiro entre 1965 e 1984, a ocupação humana se expandiu sobre as áreas progradadas. No entanto, em 2005, 2007 e 2008, o recuo da linha de costa causou a destruição parcial e/ou total de estruturas antrópicas, gerando prejuízos sócio-econômicos. Este trabalho serve de subsídios ao planejamento urbano e ambiental da área investigada.


Palavras-chave


erosão costeira; áreas progradadas; geoprocessamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.