Alterações morfológicas na cultura do algodão em função da aplicação de paclobutrazol

Autores

  • Ricardo Andrade Silva Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira
  • Luan Santos de Oliveira Departamento de Fitotecnia e Zootecnia/DFZ/Laboratório de Fisiologia Vegetal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, CEP: 45.031-900, Vitória da Conquista-BA, Brasil
  • Josué Júnior Novais Ladeia Fogaça Mestrando em Agronomia/Laboratório de Melhoramento e Produção Vegetal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, CEP: 45.031-900, Vitória da Conquista-BA, Brasil
  • Mariela P R Faria Química/Laboratório de solos, Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira, CEP: 47.805-000, Luís Eduardo Magalhães-BA, Brasil
  • Sylvana Naomi Matsumoto Departamento de Fitotecnia e Zootecnia/DFZ/Laboratório de Fisiologia Vegetal, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, CEP: 45.031-900, Vitória da Conquista-BA, Brasil

Palavras-chave:

Regulador de crescimento, Hormônios vegetais, Crescimento vegetal

Resumo

O uso de reguladores de crescimento é a prática mais eficiente no controle do dossel de plantas do algodoeiro, possibilitando a colheita mecanizada e maiores produtividades. Sendo assim, objetivou-se, com este trabalho, avaliar as alterações morfofisiológicas na cultura do algodão em função da aplicação de Paclobutrazol. O experimento foi realizado no período de fevereiro a maio de 2013, em casa de vegetação, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, campus de Vitória da Conquista - Bahia. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, compostos por quatro doses de paclobutrazol e a testemunha (0, 25, 50, 75 e 100 g i.a. ha-1). A aplicação do regulador de crescimento ocorreu quando as plantas apresentavam de 20 a 25 cm de comprimento de caule, com um pulverizador costal pressurizado a CO2 (2 kgf. cm-2). Foram avaliadas as seguintes variáveis: diâmetro do caule, número de folhas, área foliar, índice SPAD, número de botões florais e massa seca de raiz, caule e folhas, aos 30 dias após a aplicação. Para análise de dados foi utilizado o teste de análise de variância e quando significativo foi aplicada a regressão polinomial. Verificou-se que a aplicação de paclobutrazol culminou no aumento de medidas para todas as variáveis, exceto número de botões florais. A faixa de dose considerada ótima para o incremento foi entre as doses de 50 e 55 g i.a ha-1.

Biografia do Autor

Ricardo Andrade Silva, Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira

Graduado em Agronomia pela Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira (2011) e mestradoem Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (2013). Atualmente éconsultor da Associação dos pequenos produtores de Morro do Fernandes, professor titular daFaculdade Arnaldo Horácio Ferreira e coordenador de pesquisa e Coordenado Técnico no FAAHFLAB Centro de Análises

Downloads

Publicado

2014-09-28