Perfil morfofuncional de boxeadores olímpicos a um treinamento dinâmico de resistência invariável - Estudo de Caso

Autores

  • Fernando Carvalheiro Reiser Universidade do Vale do Itajaí - Univali.
  • William Cordeiro de Souza Universidade do Contestado - UnC.
  • Wallace Bruno de Souza Universidade do Vale do Itajaí - Univali.
  • Luis Paulo Gomes Mascarenhas Universidade do Contestado - UnC.

Palavras-chave:

Boxe, Treinamento, Composição corporal.

Resumo

O boxe olímpico brasileiro vem ganhando espaço nacional depois das olimpíadas de Londres, porém as características morfofuncionais ainda são pouco exploradas na literatura, as quais podem ser preponderantes para o preparo físico do atleta, por isso o objetivo do presente estudo foi de identificar o perfil antropométrico dos atletas de boxe do centro olímpico do Balneário Camboriú submetidos a treino dinâmico de resistência invariável.  A amostra intencional foi constituída por 3 lutadores de boxe de olímpico do Centro de ExcelênciaSul de Boxe Olímpico, 2 cadetes (categoria 15-16,9 anos), 1 adulto (<17 anos), foi realizado avaliação de massa corporal, estatura, perímetros corporais e dobras cutâneas (DC) de acordo com protocolo de Jackson e Pollock e testes físicos de resistência de força, velocidade, e coordenação, após a aferição foram realizadas 5 sessões de treinamento contra resistência, 1x por semana, durante 5 semanas e foram coletadas posteriormente os mesmos dados iniciais. Os resultados indicaram aumento de resistência de força em membros superiores no teste de flexão de braços, velocidade e coordenação, os parâmetros antropométricos não sofreram diferença estatisticamente significativa. Pode-se concluir treinamento contra resistência promoveu adaptações positivas de aumento de resistência de força, velocidade e coordenação, em especial a resistência de membros superiores fundamentais para a modalidade.

Biografia do Autor

Fernando Carvalheiro Reiser, Universidade do Vale do Itajaí - Univali.

Grupo de Pesquisa e Desempenho Humano - LAFEX Laboratório de Fisiologia do Exercício, Universidade do Vale do Itajaí.

William Cordeiro de Souza, Universidade do Contestado - UnC.

Universidade do Contestado - UnC.

Wallace Bruno de Souza, Universidade do Vale do Itajaí - Univali.

Grupo de Pesquisa e Desempenho Humano - LAFEX Laboratório de Fisiologia do Exercício, Universidade do Vale do Itajaí.

Luis Paulo Gomes Mascarenhas, Universidade do Contestado - UnC.

Universidade do Contestado - UnC.

Downloads

Publicado

2014-10-08