Análise da Degradação e Mineralização do Fenol Via Processo Oxidativo Avançado para Reuso de Efluentes na indústria do Petróleo

Kaline Souza Silva, Léa Elias Mendes Carneiro Zaidan, Daniella Carla Napoleão, Fernando Ferreira da Silva Dias, Yana Batista Brandão, José Geraldo de Andrade Pacheco Filho, Celmy Maria Bezerra de Menezes Barbosa, Mohand Benachour, Valdinete Lins da Silva

Resumo


As atividades industriais, mineração e agricultura são emissores importantes de poluentes tóxicos, sendo a
indústria do petróleo, uma grande geradora de efluentes tóxicos. O fenol é um dos compostos encontrados nestes efluentes, é perigoso e mortal em mínimas concentrações. Os métodos tradicionais de tratamento de água não podem mineralizá-lo, técnicas tais como processos oxidativos avançados vem sendo estudadas. Este trabalho utilizou o processo de foto-Fenton aplicando um reator fotoquímico de bancada para o tratamento de uma solução aquosa de fenol de 100mg.L-1. A degradação do composto e a mineralização foram analisadas através de cromatografia líquida de alta eficiência e do Carbono Orgânico Total (COT), respectivamente. Obteve-se uma degradação de 100% de conversão do fenol e 92% do TOC após 2 horas de reação.


Palavras-chave


efluente, fenol, foto-Fenton

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.