Criação de indicadores para a avaliação da ação da resinose do estipe (Ceratocystis paradoxa (De Seynes) Moreau) em coqueiro (Cocos nucifera L.).

Autores

  • Rangel Dórea de Medeiros Universidade Federal de Sergipe
  • João Basílio Mesquita Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Fitopatologia, agroecossistemas, coqueiro

Resumo

A cultura do coqueiro (Cocos nucifera L.) é considerada uma das mais importantes culturas perenes, sendo capaz de compor um sistema auto-sustentável de exploração. No entanto a incidência de pragas e doenças nos coqueirais do Brasil constitui um problema limitante a essa cultura, sobretudo com o surgimento da resinose do estipe, doença causada pelo fungo Ceratocystis paradoxa (De Seynes) Moreau, que vem causando grandes prejuízos aos produtores. O objetivo do trabalho foi construir indicadores para auxiliar na avaliação da ação da resinose do estipe em coqueiro. Para isso foi utilizada a Matriz PEI/ER (Pressão, Estado, Impacto/Efeito, Resposta). Identificando 15 indicadores que possam contribuir para avaliação do grau de incidência e de dano econômico por parte do fungo. 

Biografia do Autor

Rangel Dórea de Medeiros, Universidade Federal de Sergipe

http://lattes.cnpq.br/8806928896164649

João Basílio Mesquita, Universidade Federal de Sergipe

http://lattes.cnpq.br/6511928747683924

Downloads

Publicado

2014-03-04