A chegada da "geração Millenials": o consumo de mídia e os alunos de Jornalismo da Universidade Federal de Sergipe

Lilian Cristina Monteiro França

Resumo


O presente artigo tem por objetivo verificar até que ponto os alunos do curso de Jornalismo da UFS podem ser enquadrados na chamada "geração Millenials" e como este fato implica no seu consumo de mídia, de notícias e na sua formação universitária. Para tanto foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: identificar a que geração pertencem os alunos de Jornalismo da UFS; identificar o perfil de consumo de mídias tradicionais (jornal, rádio e televisão); identificar o consumo de mídias digitais; identificar a principal fonte de notícias (jornal impresso, internet, celular e tablet), analisar os desdobramento do consumo de mídias para o processo de ensino/aprendizagem. A pesquisa baseou-se em questionários contendo treze questões abertas e fechadas aplicados aos alunos do curso de jornalismo da UFS na disciplina "Teoria da Comunicação I", obrigatória e ministrada no primeiro período, entre os anos de 2007 a 2013. Responderam ao questionário 311 alunos dos 402 matriculados. A pesquisa, de caráter quantitativo e qualitativo, permitiu a observação de diferentes aspectos do perfil do aluno, que foram cotejados a anuários estatísticos, relatórios e documentos nacionais e internacionais que permitiram melhor compreender as características dos discentes e desenhar algumas das estratégias de ensino/aprendizagem que devem ser seguidas tendo em vista o contexto de consumo de mídias e notícias on-line em  diferentes suportes.


Palavras-chave


Ensino de jornalismo; Geração Millenial;. Jornalismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.