Efeito do meio de cultura na germinação in vitro jenipapeiro

Camila dos Santos Almeida, Ana Silva Lédo, Aparecida Gomes de Araújo, Ana Veruska Cruz da Silva, Josué Francisco da Silva Junior, José Edmário dos Santos, Milena Mascarenhas de Jesus Ribeiro, Jaci Lima Vilanova Neta

Resumo


Apesar do conhecimento do potencial produtivo e da adaptabilidade do jenipapeiro nas diversas regiões tropicais, ainda são poucos os trabalhos sobre esta espécie. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes meios de cultura na germinação in vitro de sementes de jenipapeiro. Foram utilizadas sementes de frutos maduros de jenipapeiro provenientes de população natural do povoado Oiteiros em Nossa Senhora das Dores- SE (acesso OIT) e testadas diferentes variações de sais MS e sacarose: T1) Meio MS + 30 g L-1 de sacarose; T2) MS + 15 g L-1 de sacarose; T3) ½ MS + 30 g L-1 de sacarose; T4) ½ MS + 15 g L-1 de sacarose e T5) 0 MS + 0 sacarose. Todos os tratamentos foram gelificados com 4,5 g L-1 de Phytagel®. O experimento foi instalado em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições. Todas as variáveis foram submetidas à análise de variância e comparadas pelo teste de Tukey a 1% de probabilidade. Houve efeito significativo dos meios de cultura para a porcentagem de explantes germinados in vitro, o comprimento da parte aérea e o tempo de cultivo in vitro. Observou-se que na ausência de sais e de sacarose houve maior porcentagem de germinação e menor comprimento da parte aérea quando comparado com os demais tratamentos.


Palavras-chave


Genipa americana L.; propagação in vitro; cultura de tecidos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.