Uma proposta metodológica empregando a eletroforese capilar de zona para explicar conceitos químicos.

Autores

  • J. S. Teles Universidade Federal de Sergipe
  • R. M. Santos Universidade Federal de Sergipe
  • A. P. G. Gervasio Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Eletroforese Capilar de Zona, Mobilidade Iônica, Graduação em Química.

Resumo

O estudo da separação de espécies vem sendo abordado por várias técnicas, dentre elas, pode-se destacar a Eletroforese Capilar, ferramenta analítica que emprega a diferença de potencial e a corrente elétrica gerada para promover o deslocamento de partículas ou moléculas ionizadas sob o efeito do campo elétrico. Este processo de separação ocorre no interior de um capilar de sílica fundida com diâmetro interno de aproximadamente 75µm. Neste trabalho, a eletroforese capilar de zona fora utilizada para descrever uma metodologia, bem como a teoria envolvida, em relação à técnica. A metodologia fora aplicada aos alunos do Curso de Licenciatura em Química da Universidade Federal de Sergipe, Campus Profo. Alberto Carvalho através da disciplina Tópicos Especiais em Química Analítica III. Os aspectos teóricos e práticos foram discutidos visando melhorias tanto na abordagem quanto no conhecimento dos alunos sobre soluções, mobilidade de íon e metodologias analíticas.

Downloads

Publicado

2013-08-05