Estudo do comportamento dos parâmetros dosimétricos em dois aceleradores lineares, um recondicionado e outro de alta tecnologia, utilizados no tratamento radioterápico

L. M. S. Henriques, A. F. Maia, W. M. Santos

Resumo


Nesse trabalho, foi avaliado o comportamento dos parâmetros dosimétricos mais frequentemente utilizados nos cálculos das doses, responsáveis pelas unidades monitoras empregadas nos tratamentos de radioterapia com feixes de fótons de 6 MV de dois aceleradores lineares de diferentes fabricantes, com o
objetivo de verificar se existem diferenças significativas nas doses cedidas aos pacientes submetidos ao tratamento radioterápico. Os parâmetros utilizados na avaliação foram: porcentagem de dose em profundidade (PDP), razão tecido máximo (RTM) e fatores de rendimento (FR). Diante da análise dos dados, conclui-se que as maiores variações para as PDP’s e as RTM’s foram encontradas em maiores profundidades, sendo a variação máxima para ambos os parâmetros em torno de 5%. Considerando os fatores de rendimento, as diferenças foram em torno de 1%. Embora os resultados avaliados dos
parâmetros dosimétricos apresentem diferenças para os dois aceleradores, os mesmos não geram variações significativas nas doses cedidas aos pacientes submetidos ao tratamento radioterápico quando analisadas as distribuições das doses em um sistema de planejamento médico tridimensional utilizado no tratamento radioterápico conformacional.

Palavras-chave


Radioterapia; dosimetria do feixe; acelerador linear recondicionado

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.