Determinação dos Parâmetros de Reconstrução do Espaço de Fase para Séries de Sinais de EEG de Sono de Pacientes com Apnéia Obstrutiva

E. M. Simão, E. L. de Santa-Helena, C. E. G. Salmon, D. Z. Carvalho, G. Dallagustin, G. J. L. Gerhardt, S. Schönwald, S. Fagondes

Resumo


A síndrome de apnéia obstrutiva de sono (SAHOS) é uma das doenças que acomete homens e mulheres, normalmente com idades acima de 40 anos. Este distúrbio respiratório deriva do relaxamento dos tecidos musculares mais especificamente do estreitamento da faringe, o que provoca paradas respiratórias de até 10 segundos impedindo a passagem de ar entre os pulmões e o meio externo. O padrão ouro para diagnóstico da apnéia é a polissonografia através do monitoramento de sinais do fluxo aéreo, movimento abdominal e sinais eletroencefalográficos (EEG). A sonolência diurna e prejuízos cognitivos estão associados a SAHOS. A SAHOS é comumente estudada através da análise espectral de sinais de EEG. Alterações nas razões do poder espectral das bandas delta, theta, alfa e beta são identificadas quando pacientes com SAHOS são comparados a um grupo de normais. Nos últimos anos, técnicas de análise não linear têm sido empregadas na avaliação de sinais de EEG. Para análise não linear de séries temporais através da técnica de imersão por atraso de tempo são necessárias estimativas de parâmetros de imersão como a dimensão (m) e atraso de tempo (t). Para uma amostra homogênea de pacientes com SAHOS, séries temporais de canais corticais de sono REM contendo eventos apnéicos e eventos controle foram avaliados por técnicas de cálculos destes parâmetros para a reconstrução do espaço de fase. Existe uma tendência do ‘time delay’ e da ‘embedding dimension’ serem diferentes para segmentos antes e depois do término do evento de SAHOS. 

Palavras-chave


electroencefalografia, EEG de sono, apnéia de sono, series temporais, dynâmica não linear

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.