Adubação nitrogenada na implantação de Brachiaria brizantha cv. Marandu em Humaitá-AM

Autores

  • Marcos Vinicius Rodrigues Martins Universidade Federal do Amazonas
  • Carlos Eduardo Pereira Universidade Federal do Sul da Bahia
  • Hamilton Kikuti Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2022.070208

Palavras-chave:

forragem, nitrogênio, fertilização

Resumo

O baixo aporte tecnológico nas propriedades rurais no sul do Amazonas, principalmente relacionado à fertilidade do solo, é um dos principais fatores que dificultam a manutenção de elevadas produtividades em pastagens. Assim, no presente estudo, objetivou-se avaliar o crescimento de Brachiaria brizantha cv. Marandu submetida a diferentes doses de nitrogênio. Foi realizado ensaio em campo, sobre Cambissolo Háplico alítico, com preparo convencional do solo e submetido à calagem. As parcelas foram arranjadas sob delineamento de blocos completos casualizados, com quatro repetições, onde foram aplicados os tratamentos, sendo cinco níveis de adubação nitrogenada: 0, 50, 100, 150 e 200 kg ha-1 de nitrogênio. Utilizou-se parcelas de 3 x 4 m, totalizando 12 m2. O corte de uniformização ocorreu 70 dias após a semeadura, quando se realizou também a adubação nitrogenada. Após 35 dias da aplicação do nitrogênio, realizou-se o primeiro corte das plantas e após o mesmo intervalo procedeu-se o segundo corte. Em ambos os cortes foram avaliados o número de perfilhos, a relação folha/colmo, a massa seca da parte aérea e a altura de plantas. A dose equivalente a 100 kg ha-1 de nitrogênio proporciona maior crescimento de Brachiaria brizantha cv. Marandu.

Downloads

Publicado

2022-08-09

Como Citar

Martins, M. V. R., Pereira, C. E., & Kikuti, H. (2022). Adubação nitrogenada na implantação de Brachiaria brizantha cv. Marandu em Humaitá-AM. Scientia Plena, 18(7). https://doi.org/10.14808/sci.plena.2022.070208

Edição

Seção

III Simpósio de Ciência do Solo da Amazônia Ocidental