Relação entre a integridade da mata ciliar e a distribuição de renda na Bacia Hidrográfica do Rio Una

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2021.075301

Palavras-chave:

desmatamento, geoprocessamento, indicador socioeconômico

Resumo

Matas ciliares exercem funções ambientais fundamentais para o equilíbrio ecossistêmico, contudo, essas áreas são frequentemente submetidas à intensas perturbações em virtude de atividades antropogênicas. Dessa forma, o presente estudo avaliou a relação da integridade da mata ciliar da Bacia Hidrográfica do Rio Una em função da distribuição de renda da região, utilizando dados do Índice de Desenvolvimento Humano e o mapeamento da cobertura e uso da terra. Os resultados demonstraram que 23,3% da área total das áreas de preservação permanente mapeadas é composta por atividades referentes à agropecuária. Também foi verificado que as áreas com os menores valores de integridade de mata ciliar ocorrem em áreas com renda baixa e média. O estudo traz à luz a necessidade de formulação de políticas públicas que auxiliem na tomada de decisão e que sejam capazes de reverter a desigualdade de renda na região, permitindo um maior desenvolvimento econômico que não esteja vinculado à degradação do meio ambiente.

Biografia do Autor

Jomil Costa Abreu Sales, São Paulo State University - Unesp, Institute of Science and Technology of Sorocaba

Doutor em Ciências Ambientais pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba. 

http://lattes.cnpq.br/0266681173969604

Darllan Collins da Cunha e Silva, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba

Professor Doutor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba, Departamento de Engenharia Ambiental

http://lattes.cnpq.br/1323110670876692

Vanessa Cezar Simonetti, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba

Doutoranda em Ciências Ambientais pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba. Professora do curso de Engenharia Ambiental da Universidade de Sorocaba

http://lattes.cnpq.br/0277566600848300

Liliane Moreira Nery, Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

Mestranda em Biotecnologia e Monitoramento Ambiental pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

http://lattes.cnpq.br/5255361819180134

Roberto Wagner Lourenço, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba

Professor Doutor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba, Departamento de Engenharia Ambiental

http://lattes.cnpq.br/8484129953169399

Downloads

Publicado

2021-08-12

Edição

Seção

Artigos