Lodo gerado em Estação de Tratamento de Água: Avaliação preliminar da toxicidade em plantas de milho

Gislayne de Araujo Bitencourt, João Paulo Apolari, Gleison de Souza, Regina Teresa Rosim Monteiro

Resumo


O lodo é o principal resíduo gerado em Estação de Tratamento de Água (ETA), é oriundo do processo de potabilização da água, apresenta grande concentração de sólidos e, elementos químicos como o alumínio e ferro. Por esse motivo, o mesmo não pode ser descartado nos mananciais, necessitando de alternativas ambientalmente seguras para uma destinação adequada. O objetivo com esta pesquisa foi avaliar a toxicidade do lodo gerado em ETA associado ao bagaço e vinhaça de cana-de-açúcar na germinação e crescimento inicial de Zea mays L. A compostagem do lodo foi realizada por 60 dias, com uma mistura de bagaço e vinhaça inoculado com Pleurotus sajor-caju. O composto foi incorporado ao solo nas doses de 0; 1; 10 e 100 de composto/solo (g kg-1). Foram semeadas 10 sementes de Z. mays híbrido 2B433Hx da Dow Agrosciences, após sete dias foi realizado o desbaste deixando cinco plântulas em cada vaso. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com quatro repetições. Após 21 dias de cultivo foram avaliadas: porcentagem de emergência; índice de velocidade de emergência; comprimento e massa seca de raízes e parte aérea. A dose de 100 g kg-1 promoveu reduções no comprimento de parte aérea e sintomas de deficiência nutricional ocasionados pelo excesso de alumínio, ferro e sódio no lodo. Para o uso seguro, recomendamos a dose de 10 g kg-1 do composto de lodo de ETA.


Palavras-chave


fitotoxicidade, lodo de água, reaproveitamento

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2020.120201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Gislayne de Araujo Bitencourt, João Paulo Apolari, Gleison de Souza, Regina Teresa Rosim Monteiro

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.