Efeitos antrópicos e mudanças sazonais podem influenciar a biologia populacional da tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus L.)?

Juliano Silva Lima, Júlia de Melo Ferreira, Isabelle Pereira Soares, Silvania Alves Ladeira

Resumo


Tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus L.) é uma espécie exótica, amplamente introduzida no Brasil e de importância comercial no mundo. No entanto, estudos sobre sua dinâmica populacional ainda são restritos a poucos reservatórios naturais ou viveiro para piscicultura. Esse estudo estimou parâmetros biológicos da espécie O. niloticus que habitam o açude de Jaramataia, o maior do estado de Alagoas, Brasil. As amostragens foram realizadas entre agosto de 2017 e março de 2018 em cinco pontos diferenciados pelos níveis de impactos antrópicos. Os indivíduos foram capturados com auxílio de tarrafa, com um esforço de 40 lances para cada ponto de amostragem. Foram capturados 272 indivíduos de O. niloticus, sendo 191 machos e 81 fêmeas. O comprimento padrão variou entre 3,5 e 16,8 cm. O peso total mínimo foi 0,6 g e máximo 76,2 g. O ajuste da relação peso-comprimento resultou na equação: W = 0,0407*L 2,9052. O fator de condição relativo (Kn) variou de 0,42 a 2,35 e apresentou valores mais elevados na estação chuvosa. A análise de regressão revelou que o índice de qualidade da água (IQA) é positivamente relacionado à abundância, e negativamente ao comprimento total e peso úmido de O. niloticus (pO. niloticus e contribuem para gestão pesqueira em reservatório do Semiárido brasileiro.


Palavras-chave


ictiofauna; descritores de população; indicadores ambientais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2020.082402

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Juliano Silva Lima, Júlia de Melo Ferreira, Isabelle Pereira Soares, Silvania Alves Ladeira

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.