Uma reflexão sobre a aprendizagem da solubilidade a partir da experimentação

Joicy Pantoja Lima Gurgel, Katiuscia dos Santos de Souza

Resumo


Na perspectiva de um Ensino de Química que incentive a participação, a formulação de argumentos, a associação da Química com o cotidiano e a apropriação do conhecimento por meio de estratégias que se distanciem do habitual, o objetivo foi facilitar a aprendizagem da solubilidade através da experimentação com características investigativas, utilizando os recursos hídricos como temática, valorizando explicações e compreensões associadas aos níveis de representação química. A pesquisa foi realizada com vinte estudantes da primeira série do Ensino Médio de uma escola pública de Manaus, a partir da abordagem qualitativa e enfoque descritivo e exploratório, tendo como instrumentos de coleta de dados, discussões e as atividades experimentais com os dados avaliados a partir da abordagem qualitativa. Os resultados evidenciaram que os estudantes tendem a se expressar apenas utilizando o nível de representação química macroscópico, com dificuldade de transitar entre o macroscópico, submicroscópico e simbólico, e quando empregadas estratégias de ensino-aprendizagem não comuns ao dia-dia escolar, em que sejam necessárias mobilizações do conhecimento, estes apresentam dificuldades em relacionar o científico ao contexto. Em relação a temática recursos hídricos, ainda há um longo caminho de sensibilização ambiental a ser realizado porque a maioria se abstém ou responsabiliza outros pelas ações referentes ao meio ambiente.


Palavras-chave


Ensino de Química, Solubilidade, Experimentação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2020.082701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Joicy Pantoja Lima Gurgel, Katiuscia dos Santos de Souza

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.