Elaboração e caracterização físico-química, microbiológica e sensorial de produtos desidratados obtidos a partir de matérias-primas amplamente consumidas na Amazônia

Denize Cristine Rodrigues de Oliveira, Eveline Kássia Braga Soares

Resumo


A desidratação de hortaliças é um mercado promissor e vagamente explorado empresarialmente no Brasil. A presente pesquisa objetivou a desidratação e caracterização de alfavaca (Ocimum basilicum L.) e coentro (Coriandrum sativum L.), bem como a elaboração do produto pasta de alho (Allium sativum L.) condimentado com as citadas ervas desidratadas. Para tal, as hortaliças foram desidratadas pelo processo de secagem por estufa com circulação de ar forçado, visando reduzir o teor de umidade, e assim aumentar a vida útil dos produtos finais. O processo de desidratação levou a um aumento percentual da concentração dos parâmetros físico-químicos avaliados, indicando a conservação da qualidade nutricional das hortaliças. Sendo assim, infere-se que a secagem da alfavaca e coentro é viável nutricionalmente para elaboração de novos produtos.

Palavras-chave


condimentos; secagem; especiarias

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.