Comparação entre dispositivos de galgamento costeiro com rampa única e com rampa dupla empregando espectro de ondas e design construtal

Jaifer Corrêa Martins, Marcelo Moraes Goulart, Elizaldo Domingues dos Santos, Liércio André Isoldi, Mateus das Neves Gomes, Luiz Alberto Oliveira Rocha

Resumo


Estudos sobre formas alternativas de geração de energia elétrica vêm aumentado nos últimos anos. Os conversores de energia das ondas (wave energy converter - WEC) são uma destas formas, dentre elas o dispositivo de galgamento destaca-se por seu princípio de funcionamento. No presente trabalho é avaliado geometricamente um dispositivo de galgamento com rampa dupla, com a finalidade de maximizar a potência disponível ((Pd)m), este resultado é então comparado com o obtido para um dispositivo com rampa única, este referente a um trabalho encontrado na literatura. O método Design Construtal é usado na avaliação geométrica (determinação de um campo de busca) e o método Busca Exaustiva para a otimização. Para a geração da onda se utilizou o espectro de ondas Pierson-Moskowitz (PM), com período de onda e altura significativa de, respectivamente, TS = 7,5 s e HS = 1,5 m. As dimensões das rampas do dispositivo são obtidas em relação a fração de área da rampa (ϕ1 = 0,0006; 0,0009; 0,0012 e 0,0015; e ϕ2 = 0,0006, além das razões entre as alturas e comprimentos das rampas iguais: H1/L1 = 0,3 e H2/L2 = 0,2 e 0,3. Os resultados mostram que, para o dispositivo com rampa dupla, a aplicação do Design Construtal foi importante para avaliação geométrica, possibilitando determinar a potência disponível máxima para as condições impostas. Porém, em comparação com o dispositivo com rampa única, este mostrou-se uma opção melhor


Palavras-chave


energia renovável, galgamento, ondas do mar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2019.049902

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Jaifer Corrêa Martins, Marcelo Moraes Goulart, Elizaldo Domingues dos Santos, Liércio André Isoldi, Mateus das Neves Gomes, Luiz Alberto Oliveira Rocha
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.