Câncer cervical: uma análise descritiva da incidência, mortalidade e métodos de rastreamento em diferentes países

Reginaldo Almeida da Trindade

Resumo


O câncer cervical permanece um desafio para as autoridades brasileiras de saúde pública, pois ainda é a terceira maior causa de mortes por câncer em mulheres, não obstante ser uma doença evitável e curável quando detectada precocemente. Baseado em dados epidemiológicos da Organização Mundial de Saúde e em pesquisa bibliográfica documental, esse texto traz uma descrição temporal da incidência e mortalidade do câncer cervical, além das principais características dos métodos de rastreamento populacional empregados no Brasil e em outros nove países, a saber: Estados Unidos da América, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Japão, Holanda e Chile. O texto ressalta e discute as ações e estratégias que estão sendo implementadas nesses países para a redução das taxas de incidência e mortalidade por câncer cervical

Palavras-chave


Câncer de colo do útero, Programas de rastreamento, Serviços de saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2019.124501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Reginaldo Almeida da Trindade

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.