Uso de drones na atualização de área construída de imóveis urbanos

Bruno Henrique Tondato Arantes, Leticia Tondato Arantes, Matheus Vinicius Abadia Ventura, Estevam Matheus Costa, Marcio Moacir Bessa, Leônidas Miclos Baliza, Victor Hugo Moraes

Resumo


Diante da possibilidade da utilização da geotecnologia para a atualização de área construída dos imóveis urbanos, foi analisada a precisão de uma imagem aérea obtida por meio de um Veículo Aéreo não Tripulado (VANT) sem a utilização de pontos de controle, na medição de um imóvel. Para isto, utilizou-se diversas resoluções espaciais, de maneira a comparar, qual seria o erro de cada um deles. Alcançaram-se bons resultados com o pixel de 2, 5 e 10 cm, mas, um resultado inferior na resolução espacial de 20 cm, já que a última pode gerar algumas confusões.


Palavras-chave


Imagem aérea; Resolução espacial; Cadastro urbano

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2018.105301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Bruno Henrique Tondato Arantes, Leticia Tondato Arantes, Matheus Vinicius Abadia Ventura, Estevam Matheus Costa, Marcio Moacir Bessa, Leônidas Miclos Baliza, Victor Hugo Moraes

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.