Avaliação da remoção adsortiva do tiofeno de uma gasolina modelo utilizando ZSM-35 impregnada com molibdênio

Autores

  • Iara Michelle Silva Correia Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Anne Michelle Garrido Pedrosa de Souza DQ/ Universidade Federal de Sergipe
  • Marcelo José Barros de Souza DEQ/ Universidade Federal de Sergipe
  • Carlson Pereira de Souza PPGEQ/ Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2018.034201

Palavras-chave:

dessulfurização, adsorção, ZSM-35

Resumo

A busca por processos alternativos para a remoção de compostos enxofre nos combustíveis é uma constante, visto que a legislação ambiental em todo o mundo está cada vez mais rigorosa quanto às reduções das frações desses compostos nos combustíveis. Este estudo avaliou a capacidade adsortiva da zeólita ZSM-35 pura e impregnada com molibdênio a 2,5% e 5% na remoção do tiofeno, composto organossulfurado, de uma gasolina modelo. Os materiais foram preparados via impregnação úmida e caracterizados por DRX, MEV, análise térmica (TG/DTG). A cinética de adsorção foi realizada nas temperaturas de 303 K e 313 K, em um sistema em batelada sob uma agitação de 140 rpm por 12 horas. A cinética de adsorção foi avaliada pelos modelos cinéticos de peseudoprimeira ordem, pseudossegunda ordem, difusão intrapartícula e Elovich. Os resultados revelaram que o aumento da temperatura e a concentração do molibdênio na estrutura da zeólita tem influência no rendimento da remoção de enxofre da gasolina.

Biografia do Autor

Iara Michelle Silva Correia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Anne Michelle Garrido Pedrosa de Souza, DQ/ Universidade Federal de Sergipe

 


Downloads

Publicado

2018-04-30