Professores de memória: construção da identidade docente dos primeiros formandos do curso de licenciatura em química de Itabaiana

Assicleide Silva Brito, Edinéia Tavares Lopes

Resumo


O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de analisar a relação entre os professores de memória, inicialmente da Educação Básica e, após, da Educação Superior, dos alunos de um curso de licenciatura em química na escolha em seguir a profissão de professor. Os informantes foram os acadêmicos da primeira turma do curso de Licenciatura Plena em Química do Campus Professor Alberto Carvalho/UFS. No primeiro momento foi aplicado um questionário a trinta e dois alunos ingressantes no curso de Química em 2006/2 e no segundo momento um questionário aplicado a dezenove alunos em 2010/1, quando a maioria concluiu. Nas respostas dos informantes, observamos que a maioria dos professores da
Educação Básica não influenciou os alunos na escolha do curso. Em relação à Educação superior, a maioria dos professores influenciou esses alunos a seguir a profissão docente.

Palavras-chave


professores de memória; identidade docente; formação de professores

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.