Avaliação da qualidade da água dos reservatórios localizados nas bacias hidrográficas dos rios Piauí – Real, utilizando o índice de qualidade da água (IQA)

Autores

  • Robson Silva de Lima Instituto Federal de Sergipe/Campus EstÂncia
  • José Patrocinio Hora Alves Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos, Universidade Federal de Sergipe/Campus São Cristóvão

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.109918

Palavras-chave:

IQA, Análise de componentes principais, Reservatório

Resumo

Nesse trabalho o IQA multiplicativo, desenvolvido pela NSF (National Sanitation Foundation) e adaptado no Brasil pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo (CETESB), foi usado para avaliar a qualidade da água dos reservatórios Dionísio Machado (DM), Taboca (TB), Amargosa (AG) e Jabiberi (JB), situados na região Centro Sul do Estado de Sergipe. Os reservatórios DM e TB estão inseridos na bacia hidrográfica do rio Piauí, e o AG e JB na bacia do rio Real. As amostras de água de superfície foram coletadas no período de junho/2013 a agosto/2014, compreendendo dois períodos chuvosos e um período seco. Em cada amostra foram determinados os seguintes parâmetros: pH, turbidez (TUR), oxigênio dissolvido (OD), demanda bioquímica de oxigênio (DBO5), sólidos totais dissolvidos (STD), fósforo total (Pt), nitrato (NO3), coliformes termotolerantes (COL) e temperatura da água (T, medida no campo). A Análise de Componentes Principais (ACP) foi utilizada como ferramenta auxiliar para resolver a limitação do IQA, em relação aos valores de STD superiores a 500 mg L-1. A água do reservatório AG foi classificada como “Ruim” e a do reservatório JB como “Boa”. Para os reservatórios TB e DM a qualidade da água variou de “Aceitável” para “Boa” em função do período de amostragem. Os parâmetros que mais impactaram sobre a qualidade da água foram DBO5, OD, COL e STD, e devem estar associados, principalmente, ao aporte de despejos sanitários e a processos de salinização.

Biografia do Autor

Robson Silva de Lima, Instituto Federal de Sergipe/Campus EstÂncia

http://lattes.cnpq.br/1118294748004153

José Patrocinio Hora Alves, Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos, Universidade Federal de Sergipe/Campus São Cristóvão

http://lattes.cnpq.br/6598317845246442

Downloads

Publicado

2017-11-30

Edição

Seção

X Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe