Saneamento básico e seus impactos na mortalidade infantil e no desenvolvimento econômico da região Nordeste

Valéria Andrade Silva, Fernanda Esperidião

Resumo


O saneamento básico é um fator de relevância para a saúde e para as questões socioeconômicas. Este estudo foi realizado com o objetivo de analisar os impactos do saneamento básico sobre a mortalidade infantil e o desenvolvimento econômico dos estados do Nordeste. Para tanto, foram estudados os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, como também a mortalidade infantil e algumas variáveis que refletem as questões socioeconômicas da região Nordeste no período de 1991, 2000 e 2010. Os dados foram coletados do IPEADATA e do PNUD. Os resultados foram obtidos a partir da análise descritiva, estatística, da matriz de correlação e dos gráficos de dispersão gerados pelo software STATA 12. Conclui-se que investimentos em abastecimento de água e esgotamento sanitário podem reduzir tanto a mortalidade infantil quanto as iniquidades sociais.


Palavras-chave


água e esgoto inadequados, doenças hídricas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.109905

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Valéria Andrade Silva, Fernanda Esperidião

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.