Análise de impactos na saúde pela implantação de Melhorias Sanitárias Domiciliares em Itabaiana/SE

Autores

  • Taisa Andrade Barbosa Universidade Federal de Sergipe - UFS
  • Luciana Coelho Mendonça Universidade Federal de Sergipe - UFS

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.201.109902

Palavras-chave:

saneamento e saúde, esgotamento sanitário, doenças infecciosas e parasitárias

Resumo

No Brasil, a insuficiência dos serviços de saneamento básico, principalmente no que diz respeito à coleta e ao tratamento dos esgotos, pode estar relacionada aos elevados índices de doenças infecciosas e parasitárias. Esse estudo teve o propósito de analisar a associação entre essas doenças e o saneamento básico através da avaliação de dados de uma região beneficiada com o programa, Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em comunidades carentes. Para esse estudo, foram estudadas comunidades do município de Itabaiana, Sergipe, as quais tiveram o convênio com a Funasa concluído em 2010, o que possibilitou a caracterização da situação epidemiológica antes e depois dessas intervenções. Essa caracterização foi realizada através de dados fornecidos pela Funasa, órgãos de saúde e através de questionário elaborado durante a pesquisa com entrevistas porta a porta. As taxas de doenças infectoparasitárias diminuíram, com exceção da dengue, que obteve um leve aumento. Entretanto, notou-se que esse acréscimo aconteceu, provavelmente, por outros fatores que não os diretamente ligados à falta de saneamento básico. Concluiu-se que as intervenções sanitárias de fato impactaram positivamente na saúde da população beneficiada com o programa.

Biografia do Autor

Taisa Andrade Barbosa, Universidade Federal de Sergipe - UFS

http://lattes.cnpq.br/1687478452832737

Luciana Coelho Mendonça, Universidade Federal de Sergipe - UFS

http://lattes.cnpq.br/3365253515263353

Downloads

Publicado

2017-11-30

Edição

Seção

X Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe