Um estudo sobre o comportamento alimentar de frangos de corte utilizando a mineração de dados

Alex Rodrigues, Eduardo Nunes Borges, Regina Barwaldt

Resumo


Avicultura é um importante setor da economia brasileira, representando 1.5% do PIB brasileiro, bem como, cinco milhões de empregos diretos e indiretos. Destaca-se também a privilegiada posição brasileira no cenário mundial, estando entre os três primeiros do mundo, quando trata-se da produção e consumo da ave, e em primeiro lugar quando refere-se a exportações da mesma. Como forma de contribuir com este contexto, o presente trabalho buscou compreender a relação entre os períodos do dia e o tempo de vida dos frangos de corte no seu comportamento alimentar. Para que os resultados do presente trabalho fossem obtidos, foram adotados o método de monitoramento automático, RFID, que pode ser visto como uma tecnologia de identificação que opera sob ondas de rádio, capaz de enviar e armazenar dados de forma remota. Concomitante ao uso desta tecnologia, foi empregada a descoberta de conhecimento em bases de dados com objetivo de descobrir padrões implícitos no conjuntos de dados, transformando os dados sem significado em informação útil. Após o período de coleta de dados (20 dias) na Escola Técnica Estadual Santa Isabel, localizada na zona rural do município de São Lourenço do Sul, foi observado que os frangos que se encontram no estágio inicial de criação buscam se alimentar com maior frequência nos diversos períodos do dia, destacando-se, os períodos da noite e madrugada. Também se constatou que conforme os frangos cresciam, a procura por alimentação diminuía de forma progressiva.


Palavras-chave


RFID, descoberta de conhecimento, frangos de corte

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.049920

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Alex Rodrigues, Eduardo Nunes Borges, Regina Barwaldt

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.