Projeto de robô hidráulico para o ensino dos conceitos de hidrostática em aulas exploratória

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.012706

Palavras-chave:

robô hidráulico, aprendizagem significativa, atividade experimental

Resumo

Apresentamos o resultado do estudo exploratório sobre a construção de robô hidráulico afim de se promover uma aprendizagem significativa, sobre conceitos de hidrostática, ao alunos do primeiro ano do ensino médio. As atividades experimentais, sejam em laboratório ou em sala de aula, são ferramentas importantes que ajudam na compreensão dos fenômenos físicos. O projeto de construção de robô hidráulico foi aplicado em três turmas do primeiro ano do ensino médio no Centro de Ensino Luzia Aires Maranhão, na cidade de Carolina - Maranhão. A pesquisa foi realizada com 95 alunos em quatro etapas: na primeira, foi aplicado um questionário sobre conceitos de hidrostática com objetivo de avaliar os conhecimentos prévios dos alunos; na segunda foi ministrado o conteúdo, seguindo o seguinte planejamento; aula expositiva dialogada com aplicação de experimentos simples em sala de aula; na terceira a construção do robô hidráulico e para finalizar, na quarta etapa do trabalho revimos o questionário para se verificar o ganho na aprendizagem dos alunos. Com esse trabalho foi possível constatar que a atividade experimental em sala de aula é uma estratégia com grande potencial para desenvolver a aprendizagem significativa no ensino de Física contanto que seja feito um planejamento contemplando a participação dos discentes. Em nossa pesquisa utilizamos a teoria de aprendizagem significativa de David Ausubel.

Biografia do Autor

Neyson Ferreira de Souza, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Professor de Física e mestrando no programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física

Edney Ramos Granhen, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Professor Adjunto da Faculdade de Física da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Downloads

Publicado

2017-01-13

Edição

Seção

I Workshop sobre pesquisas na Amazônia e I encontro do MNPEF da Unifesspa