A inserção de tópicos de astronomia no ensino médio utilizando o processo da descoberta através de observações astronômicas

Walldiney Pedra Gurgel, Rodrigo do Monte Gester

Resumo


Neste trabalho apresentamos uma metodologia pedagógica baseada na teoria de ensino de Bruner, que permite ao professor inserir tópicos de astronomia no ensino médio baseado em observações astronômicas efetuadas pelos próprios alunos, com a utilização de softwares astronômicos, binóculos e telescópios. A temática do trabalho justifica se pelo fato dos PCN+ abordarem o tema estruturador Universo, Terra e Vida, que é composto pelas unidades temáticas: Terra e sistema solar, O universo e sua origem e Compreensão humana do Universo. Essas três unidades temáticas nada mais são do que tópicos elementares de astronomia no ensino médio, que são temas pouco explorados em livros didáticos de física disponíveis em nossas escolas.  A metodologia consistiu em apresentar aos alunos o prazer da observação do céu noturno com o auxílio de softwares astronômicos que permitem aos discentes identificar constelações e astros no céu. Essas observações foram feitas primeiramente a olho nu, e depois utilizando binóculos e telescópios, indo das observações mais simples às mais complexas, como sugere a teoria de ensino de Bruner, utilizando a aprendizagem por descobertas. Após as observações é montado um plano de ensino baseado nas constelações, estrelas e planetas que mais chamaram a atenção dos alunos.           


Palavras-chave


Astronomia; Ensino de Física; Ensino Médio

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/10.14808/sci.plena.2017.012703

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Walldiney Pedra Gurgel, Rodrigo do Monte Gester

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.