Avaliação da qualidade de plantas medicinais comercializadas no Município de Imperatriz – MA

Autores

  • Francisca Célia Silva Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • Alan Bezerra Ribeiro Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • Paulo Roberto Silva Ribeiro Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.024501

Palavras-chave:

Controle de qualidade, Plantas medicinais, Fitoterápicos

Resumo

O uso de produtos fitoterápicos e a comercialização indiscriminada de espécies vegetais inadequadas para o uso medicinal associada às frequentes adulterações, contaminações e falsificações interferem na saúde e segurança do consumidor. Visando o controle de matérias-primas amplamente consumidas no Município de Imperatriz – MA e as suas importantes atividades biológicas avaliou-se a qualidade dos fitoterápicos Carqueja (Baccharis trimerae herbae), a Calêndula (Calendula officinalis), Sene (Senna alexandrina P.Miller) e a Cáscara sagrada (Rhamnus purshiana). As amostras de carqueja apresentaram valores médios de teor de umidade de 9,8% e impureza de 24,6% superiores ao permitido pela legislação e teor de óleo essencial apenas em 0,25%. A Calêndula apresentou 0,4% de teor de óleo essencial e índice de saponinas de 142,9. A Cáscara sagrada apresentou índices satisfatórios de antraquinonas, O-heterosídeos hidroxiantracênicos e os C-heterosídeos hidroxiantracênicos. Constatou-se a presença de senosídeo C, senosídeo B e 11,43% de cinzas totais e 1,7% de cinzas insolúveis, não ultrapassando o valor máximo de 12% (para cinzas totais) e 3% (para cinzas insolúveis) nas amostras de Sene.

Biografia do Autor

Francisca Célia Silva, Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Bacharela em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal do MaranhãoUFMA.
Participou como bolsista do Programa de extensão Universitária Conexões de Saberes no período de 2007 a 2009, atuando com o tema meio ambiente e os moradores do bairro da Caema. Atuou sob o tema
Desenvolvimento de método analítico inedito para a determinação de Captopril utilizando o 2,2DIFENILPICRILHIDRAZILA (DPPH) no período de 2009 a 2011. Atualmente, sou mestranda e bolsista da CAPES no Programa de Pós-Graduação em Ciencia dos MateriaisPPGCM da UFMA,Campus Imperatriz-MA.

Alan Bezerra Ribeiro, Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão (1999), mestrado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e doutorado em Química Orgânica pela Universidade Federal de São Carlos (2006). Atualmente é professor adjunto IV da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Química Orgânica, com ênfase em Química de Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: metabólito secundário, citrus, hortaliças, agrotóxico, soja e transgenia.

Paulo Roberto Silva Ribeiro, Núcleo de Pesquisas em Ciências Farmacêuticas e Química Analítica Aplicada – NUPFARQ Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Possui Graduação em Farmácia com Habilitações em Análises Clínicas e Farmácia Industrial pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2000), Mestrado em Agroquímica (Química Analítica Ambiental) pelo Departamento de Química da Universidade Federal de Viçosa (2002), Doutorado em Química (Química Analítica) pelo Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006) e PósDoutorado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade do Porto Portugal (2013). Atualmente, atua como Professor Adjunto Nível IV e Pesquisador do Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia da Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz – MA, integra o quadro permanente de professores do Mestrado em Energia e Ambiente e do Mestrado em Ciências dos Materiais ambos Programas de Pós-Graduação
desta Instituição. Tem experiência na área de Química (Analítica e Ambiental), Farmácia (Análise Farmacêutica) e Alimentos (Análise de Alimentos) com ênfase em Métodos Óticos de Análise (Espectrometria de Absorção e Emissão Atômicas, Espectrofotometria de Absorção Molecular com Reflectância Difusa e Espectroscopia NIR e FTIR), Métodos Eletroanalíticos (Voltametria) e Análise em Fluxo. Este pesquisador atua principalmente no desenvolvimento e validação de métodos analíticos para a determinação de espécies químicas de interesse farmacêutico, agroindustrial, ambiental, tecnológico e alimentício, bem como em estudos envolvendo poluição ambiental e a síntese e
caracterização de cristais e de cocristais de fármacos. Além disso, também possui experiência nas áreas de Análise Multivariada de Dados (Quimiometria) e Análise Farmacêutica, com ênfase em Controle de Qualidade Físicoquímico de Medicamentos, Alimentos e Biocombustíveis.

Downloads

Publicado

2017-03-07