Dilemas do Desenvolvimento Territorial nos empreendimentos de Crédito Fundiário em Sergipe

R. M. Leite, J. E. dos Santos, E. S. Ramos Filho

Resumo


A Reforma Agrária de Mercado (RAM) está inserida em um conjunto de políticas neoliberais criadas peloBanco Mundial (BM) e implementadas em diferentes países do Sul, cujo objetivo expresso no discursodos seus formuladores e governos, visa estimular a redução da pobreza através da mercantilização daterra, destinada à recriação do campesinato. A partir da sistematização e análise de dados contidos noBanco de Dados da Reforma Agrária de Mercado (BDRAM) confrontamos a reforma agrária e a demercado no tocante aos valores pagos pela terra, número de famílias assentadas e mutuárias, número deassentamentos e de empreendimentos. Mediante a realização de trabalho de campo em umempreendimento de reforma agrária de mercado e realização de entrevistas semi-estruturadas commutuários e líder comunitário analisamos as condições de (re)criação do campesinato por esta políticapública, com ênfase nas condições de implantação e desenvolvimento dos assentamentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.