Desenvolvimento e eficácia anti-inflamatória não-clínica de uma formulação anti-acne

Autores

  • Francisco Gilvan Sousa Lima Universidade de Fortaleza
  • José de Maria Albuquerque de Melo Júnior Universidade de Fortaleza
  • Flávio Nogueira da Costa Universidade de Fortaleza
  • Adriana Rolim Campos Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.024601

Palavras-chave:

Gel-creme, compostos bioativos, óleo de Croton

Resumo

O processo inflamatório participa de todos os estágios do desenvolvimento da lesão acnéica. As plantas medicinais produzem compostos bioativos que lhes conferem ações terapêuticas, podendo ser utilizadas no tratamento de afecções da pele. Este trabalho teve como objetivo elaborar e testar a eficácia anti-inflamatória não-clínica de uma formulação contendo extratos glicólicos de Aloe vera, Ginkgo biloba L., Panax ginseng, Matricaria recutita e mel de abelha. Foram realizados estudos preliminares de estabilidade. As amostras foram analisadas com respeito às propriedades organolépticas, pH, centrifugação e gelo-degelo, durante 8 semanas. Foi realizada a avaliação do efeito anti-inflamatório tópico do gel-creme em modelo experimental de inflamação cutânea utilizando camundongos Swiss e C57BL⁄6J. Os animais receberam aplicações tópicas de óleo de Croton, durante 9 dias e, a partir do 5º dia, foram tratados com o gel-creme teste ou com gel-creme base (controle), duas vezes ao dia. A formulação apresentou boa estabilidade físico-química, para aos ensaios realizados. O gel-creme teste inibiu o edema de orelha após o tratamento, tendo seu efeito anti-inflamatório mais evidente nos camundongos da linhagem C57BL⁄6J. Este resultado sugere que o gel-creme é eficaz como agente anti-inflamatório tópico no processo inflamatório crônico, o que justificaria o seu uso no tratamento da acne vulgaris.

Biografia do Autor

Francisco Gilvan Sousa Lima, Universidade de Fortaleza

Departamento: Núcleo de Biologia Experimental

Área: Farmacologia

José de Maria Albuquerque de Melo Júnior, Universidade de Fortaleza

Departamento: Núcleo de Biologia Experimental

Área: Farmacologia

Flávio Nogueira da Costa, Universidade de Fortaleza

Departamento: Laboratório de Desenvolvimento Farmacotécnico

Área: Farmacotécnica

Adriana Rolim Campos, Universidade de Fortaleza

Departamento: Núcleo de Biologia Experimental

Área: Farmacologia

Downloads

Publicado

2017-03-07