Prospecção de enzimas de interesse industrial produzidas por actinobactéria isolado de solo rizosférico da Amazônia

Stherfanni Moura de Oliveira, Daniele Ferreira da Silva, Irla Nogueira dos Santos, Cássia Valéria Pinheiro Corrêa, Talita Cunha de Faria Liberal, Felipe Lima Corrêa Branco, Cristiane Nayara Jati Colares, Janete Magali de Araújo, Elba Lúcia Cavalcanti de Amorim, Tsai Siu Mui, Juliane Karine Ishida, Silvia Katrine Silva Escher

Resumo


Enzimas produzidas por micro-organismos tem despertado o interesse da indústria biotecnológica por sua vasta possibilidade de aplicação em diversos processos industriais devido sua estabilidade térmica e química. As actinobactérias são reconhecidas pelo seu potencial na produção de diversos metabólitos bioativos de estrutura química e ação biológica diversificados. Neste estudo foi isolado uma linhagem de actinobactéria rizosférica, caracterizada através de morfologia e métodos moleculares e avaliado o potencial enzimático através da produção de enzimas de interesse industrial. A linhagem de actinobactérias corresponde ao gênero Microbacterium xylaniliticum e apresenta alto potencial de produção de enzimas de interesse para a indústria de alimentos como lipases (IE=3,4), pectinases (IE=2,2) e esterases (IE=2,0), além da produção de hemolisina e L-glutaminase que apresenta propriedades anti-tumoral.


Palavras-chave


Microbacterium xylanyliticum, Enzimas extracelulares, Amazônia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2017.031001

Apontamentos



Direitos autorais 2017 Silvia Katrine Silva Escher, Stherfanni Moura de Oliveira, Daniele Ferreira da Silva, Irla Nogueira dos Santos, Cássia Valéria Pinheiro Corrêa, Talita Cunha de Faria Liberal, Felipe Lima Corrêa Branco, Cristiane Nayara Jati Colares, Janete Magali de Araújo, Elba Lúcia Cavalcanti de Amorim, Tsai Siu Mui, Juliane Karine Ishida

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.