Uma proposta experimental em mecânica quântica: uns fótons, uma fenda, uma foto

Autores

  • José Júnior de Oliveira Silva
  • Eriverton da Silva Rodrigues
  • Daiane Maria dos Santos Ribeiro
  • Marcelo Souza da Silva

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.104102

Palavras-chave:

princípio da incerteza, difração, algoritmo computacional

Resumo

Este trabalho propõe uma metodologia para atividades práticas, envolvendo conhecimentos de programação e conceitos de física quântica, para obter dados relativos ao padrão de difração de Fraunhofer e, assim, estudar um dos princípios que fundamentam a mecânica quântica: o Princípio da Incerteza de Heisenberg. Com a utilização didática de recursos tecnológicos contemporâneos para o ensino de tópicos de física moderna, espera-se promover um ambiente promissor para o ensino de temas que se relacionem com a ciência, tecnologia e informação. Foi proposto um algoritmo para aquisição de dados referentes às distancias entre os mínimos de intensidade no padrão de difração, embora o algoritmo não tenha sido aplicado em sala de aula esse trabalho propõe a comparação dos dados obtidos pelo algoritmo e por medidas diretas feitas com uma régua. A utilização dos recursos sugeridos neste trabalho deve envolveras disciplinas de Física e linguagem de programação, podendo ser aplicados, por exemplo, em cursos de nível médio integrado em informática, ou em disciplinas como metodologia para o ensino de Física em cursos de licenciatura em Física. A automação dos dados permitiu estudar o princípio da incerteza e obter o valor da constante de Planck de forma alternativa à medida direta da distância entre os mínimos de difração.

Downloads

Publicado

2016-10-26