Utilização de biossurfactante no escoamento de petróleo em campo maduro

Autores

  • Anne Karine de Souza Nascimento Soares Universidade Federal de Sergipe
  • Roberto Rodrigues Souza Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.054218

Palavras-chave:

biossurfactante, petróleo, campo maduro

Resumo

Os biossurfactantes são compostos orgânicos que podem ser utilizados como redutores das altas tensões interfaciais entre o óleo e a água contidos em rochas reservatório, e com isso aumentar os índices de recuperação de óleo. Com objetivo de avaliar a mobilidade do petróleo em meio poroso, foram analisadas as características do meio e dos fluidos, simulando as condições reais de pressão e temperatura na produção de óleo em um poço, seguindo a metodologia apresentada por Silva (2011) para produção de biossurfactante e Curbelo (2006) para análise da recuperação do óleo. Como resultado das análises propostas para o biossurfactante em estudo, foi determinada a concentração micelar crítica (CMC), com valor de 50mg/L, apresentando estabilidade frente a elevadas temperaturas e altas concentrações salinas. O meio poroso estudado apresentou uma porosidade em torno de 39,78% e uma permeabilidade de 124,37 mD. Na análise de recuperação de petróleo os resultados foram satisfatórios, apresentando um fator de recuperação parcial de 30,66% e o fator de recuperação total de 50,47% com a injeção de biossurfactante. Conclui-se, portanto, que o Bacillus subtilis possui um grande potencial para utilização em processo MEOR.

 

Biografia do Autor

Anne Karine de Souza Nascimento Soares, Universidade Federal de Sergipe

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Laboratório de Biotecnologia Ambiental (LABAM), Universidade Federal de Sergipe, 49100-000, São Cristóvão-Sergipe, Brasil. Tel. +55 (79) 2105-6549.

 

Roberto Rodrigues Souza, Universidade Federal de Sergipe

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Laboratório de Biotecnologia Ambiental (LABAM), Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de Sergipe, 49100-000, São Cristóvão-Sergipe, Brasil. Tel. +55 (79) 2105-6677.

 

Downloads

Publicado

2016-05-12

Edição

Seção

VII Seminário de Pesquisa em Engenharia Química - Edição financiada pela CAPES