Avaliação de diferentes modelos de secagem para liofilização de mangabas maduras com diferentes diâmetros, através de indicadores de desempenho

Autores

  • Antonio Martins Oliveira Júnior Universidade Federal de Sergipe
  • Dayane Santos Conceição Soares Universidade Federal de Sergipe
  • Jéssica Teles Sirqueira Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Tatiana Pacheco Nunes Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.054210

Palavras-chave:

Secagem, modelagem, Hancornia speciosa Gomes

Resumo

Os modelos matemáticos de secagem são empregados com o intuito de caracterização do processo ao estimar parâmetros importantes para o mesmo. A mangaba (Hancornia speciosa Gomes) é uma fruta de clima tropical com elevada perecibilidade, este aspecto propõe o uso de técnicas alternativas para promover o aumento da vida útil, dentre está à liofilização. Diante disto, objetivou-se analisar diversos modelos matemáticos (Page, Henderson e Pabis, Lewis e Midilli) para avaliar aquele que melhor se adequa as condições do processo, por meio de índices de desempenho associados a cada modelo: fatores de precisão (Af) e de viés (Bf), raiz do erro quadrático médio (REQM) e erro padrão de predição (%SEP). As frutas foram congeladas à temperatura de -20°C em freezer convencional, seguida da liofilização, em liofilizador da marca Liotop modelo L-108, a -50°C e vácuo parcial de 38 μmHg durante 1380 min. Mediante os resultados, observa-se que o modelo de Page mostrou-se mais preciso independentemente do diâmetro, com Af: 1,9198, Bf:1,8446 , REQM: 0,0275 e %SEP: 5,6298 e Af: 1,7334 Bf: 1,6735; REQM: 0,0221 e %SEP: 3,5545 para as mangabas pequenas e grandes, respectivamente. Diante disto, nota-se que a melhor correlação entre os dados experimentais e estimados é dada pelo Modelo de Page.

Biografia do Autor

Antonio Martins Oliveira Júnior, Universidade Federal de Sergipe

Departamento de Tecnologia de Alimentos, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Doutorado em Engenharia Química em 2006 no PEQ/COPPE/UFRJ.

 

Downloads

Publicado

2016-05-12

Edição

Seção

VII Seminário de Pesquisa em Engenharia Química - Edição financiada pela CAPES