Banco de sementes do solo de sítios de Caatinga sob influência do Projeto de Integração do Rio São Francisco

Autores

  • Juliano Ricardo Fabricante Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Kelianne C. T. Araújo Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Raphaela A. Castro Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Vinícius M. Cotarelli Universidade Federal do Vale do São Francisco

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.041001

Palavras-chave:

Invasão Biológica, Propágulos, Savana Estépica

Resumo

O estudo do banco de sementes (BS) pode ser utilizado como uma importante ferramenta para ponderar sobre o estado de conservação de espécies vegetais e de seus ambientes. Assim, o presente estudo objetivou avaliar o BS de sítios de Caatinga sob influência das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF). A área de estudo localizada em Sertânia, PE, foi dividida em três ambientes: Ambiente 1 – sítio de Caatinga alterado pelas obras do PISF; Ambiente 2 – borda do fragmento de Caatinga; Ambiente 3 – interior do fragmento de Caatinga. A coleta dos solos foi feita em unidades amostrais de 20 x 20 cm, totalizando 20 amostras por ambiente. A avaliação do banco de sementes foi realizada pelo método de emergência de plântulas. Ao todo foram registradas 63 espécies, sendo 17 no Ambiente 1, 43 no Ambiente 2 e 44 no Ambiente 3. As desigualdades entre os ambientes observadas nesse estudo parecem ser reflexo direto das diferenças biofísicas existentes entre os sítios. Conclui-se que o BS dos sítios estudados apresenta diferenças significativas entre si na abundância e diversidade de espécies, especialmente em razão da grande quantidade de propágulos de espécies exóticas invasoras.

Biografia do Autor

Juliano Ricardo Fabricante, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduado em Ciências - Habilitação em Biologia (2004), Mestre (2007) e Doutor (2010) em Agronomia com área de concentração em Ecologia Vegetal e Meio Ambiente. Pós-Doutorado (DCR - Desenvolvimento Científico Regional) com projeto de pesquisa desenvolvido na área de Ecologia. Atualmente sou Professor Adjunto do Departamento de Biociências (DBCI) da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Itabaiana, SE. Tenho experiência na área de Ecologia, com estudos desenvolvidos nas seguintes linhas de pesquisa: Ecologia de Populações Vegetais, Invasão Biológica, Florística e Fitossociologia, Ecologia das Interações Planta-Animal e Restauração de Áreas Degradadas.

 

Downloads

Publicado

2016-04-08

Edição

Seção

Artigos