Desempenho agronômico de cultivares de soja na região central do Estado do Tocantins, safra 2014/2015

Francisco de Carvalho Ribeiro, Gustavo André Colombo, Priscila Oliveira Santana Silva, José Iran Cardoso da Silva, Eduardo Andrea Lemus Erasmo, Joenes Mucci Peluzio

Resumo


Ensaios conduzidos em condições de campo são premissas básicas para gerar informações úteis à recomendação de uma cultivar em determinada situação de cultivo. Neste sentido, objetivou-se com o presente trabalho avaliar os atributos agronômicos de nove cultivares comerciais de soja na região central do estado do Tocantins, na safra 2014/2015. Foram avaliados os atributos altura de planta, altura de primeira vagem, dias para o florescimento, dias para a maturação, estande inicial de plantas, estande final de plantas, massa de mil grãos e produção de grãos. Todas as cultivares apresentaram altura de planta e primeira vagem acima do mínimo citado pela literatura como necessário para a colheita mecanizada. As cultivares SYN 13831 IPRO e SYN 1385 RR apresentaram redução no estande final de plantas, ressaltando a importância da qualidade da semente no momento de implantação da lavoura. As cultivares BMX 8579 RSF IPRO e NS 8393 RR se destacaram ao apresentarem as maiores médias de massa de mil grãos. Todas as cultivares apresentaram médias de produção de grãos acima de 3000 kg ha-1.


Palavras-chave


Glycine max, Avaliação de cultivares, Melhoramento genético de plantas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.070201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.