Validação de um programa semiautomática para a avaliação de microcalcificações em um phantom de mama

Carolina Marcela Viloria, Lucas Paixão, Priscila Santana, Fernando Leyton, Maria do Socorro Nogueira

Resumo


A fim de garantir de garantir que o rastreamento e diagnóstico mamográfico são feitos corretamente e de forma eficiente, a Vigilância Sanitária do governo de Minas Gerais, no Brasil criou o 'Programa de Monitoramento Mensal de Qualidade em Mamografia dos serviços públicos e privados do Estado de Minas Gerais' no Brasil, Imagens do phantom do Colégio Brasileiro de Radiologia são enviadas para a Agência Governamental onde são avaliadas visualmente. O objetivo deste trabalho é desenvolver um programa para a avaliação semiautomática das microcalcificações presentes nas imagens do phantom. Técnicas de processamento digital foram aplicadas nas imagens, com o objetivo de caracterizar cada objeto de interesse presente no phantom de mama. Os algoritmos foram desenvolvidos em MATLAB e a avaliação dos objetos teste foi feitas de acordo com parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde do Brasil. O nível de concordância entre a avaliação visual e computacional é considerado "razoável", de acordo com o estatístico “coeficiente kappa” o qual determina a força de concordância entre os métodos, o valor de kappa foi de 0,291. O programa pode se tornar uma boa ferramenta na automação das avaliações das imagens do phantom.


Palavras-chave


Mamografia, Controle de Qualidade, Porcessamento Digital de Image

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2016.071303

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.