Jogos didáticos para o ensino de Astronomia no Ensino Fundamental

Jean Carlos Miranda, Glaucia Ribeiro Gonzaga, Rosa Cristina Costa, Caroline Coutinho Carneiro Freitas, Kíscila Cordeiro Côrtes

Resumo


A Astronomia, apesar de presente em salas de aulas, por vezes, se apresenta como uma série de conteúdos de difícil entendimento. A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), evento realizado desde 1998, foi criada como um importante recurso pedagógico, um instrumento de divulgação que objetiva estimular o interesse dos jovens sobre o tema, atuar como importante auxiliar na aprendizagem, de forma a contribuir para a melhoria do rendimento escolar. O presente trabalho apresenta três jogos didáticos desenvolvidos e aplicados em uma escola pública do Noroeste do Estado do Rio de Janeiro, com vistas à preparação de alunos do Ensino Fundamental para participação na OBA. Os jogos foram confeccionados com materiais de baixo custo e fácil aquisição. Para avaliação da usabilidade dos jogos, a compreensão e a clareza das regras, foi aplicado um questionário composto por oito questões fechadas e uma questão aberta. A análise dos questionários, bem como os resultados obtidos na OBA, indica que os jogos desenvolvidos cumpriram seus objetivos, contribuindo para que o processo de ensino-aprendizagem ocorra de forma divertida, didática e prazerosa. O trabalho desenvolvido com estas ferramentas didáticas para o estudo de Astronomia produziu um espaço privilegiado de construção e popularização do conhecimento científico com um olhar crítico e construtivo, que, por muitas vezes, é ignorada no trabalho escolar cotidiano.

 


Palavras-chave


Ensino de Astronomia, Jogos Didáticos, PIBID

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2016.020701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.