Adaptação do Indicador de Salubridade Ambiental (ISA) como ferramenta de análise da salubridade do ambiente da Comunidade Saramém-Brejo Grande/SE

Autores

  • Marianna Martins Albuquerque Prefeitura Municipal de Aracaju
  • JOSÉ DALTRO FILHO Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.113308

Palavras-chave:

Desenvolvimento Sustentável, Indicador de Salubridade ambiental, Saneamento e Salubridade Ambiental

Resumo

À luz da dimensão do desenvolvimento sustentável que busca assegurar o direito a um ambiente saudável e a saúde da população através de um saneamento ambiental de qualidade, foi elaborado um estudo sobre a salubridade ambiental da comunidade rural Saramém, no município de Brejo Grande no Estado de Sergipe, tendo como objetivo principal a análise da influência da salubridade ambiental em seu conjunto habitacional e em sua população, através da adaptação do Indicador de Salubridade Ambiental (ISA). Denominado aqui de ISA/SAR, esta adequação à realidade estudada do modelo de indicador ISA utilizou-se dos seguintes sub-indicadores: Sub-Indicador de Abastecimento de água, Sub-Indicador de Esgotamento Sanitário, Sub-Indicador de Resíduos Sólidos, Sub-Indicador de Saúde Pública, Sub-Indicador de Características da Moradia, Sub-Indicador de Satisfação com a Moradia e o Entorno, Sub-Indicador de Espaço Público Comunitário e Sub-Indicador Sócio-Econômico.  Os dados utilizados foram coletados em campo segundo diferentes fontes: numa amostra dos domicílios da comunidade e em órgãos públicos municipais e estaduais. A partir dos resultados obtidos verificou-se que a rede de infraestrutura de saneamento ambiental existente na comunidade Saramém interfere negativamente na mesma, produzindo um ambiente com baixa salubridade, afetando assim a saúde de sua população e demonstrando a urgência de uma intervenção por parte do Poder Público, bem como de uma atitude mais ativa de sua população quanto a compreensão de sua responsabilidade para a manutenção da saúde do ambiente em que habitam e de sua própria. 

Biografia do Autor

Marianna Martins Albuquerque, Prefeitura Municipal de Aracaju

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Tiradentes (UNIT), Mestra em Desenvolvimento e Meio Ambiente Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da Universidade Federal de Sergipe (PRODEMA/UFS), Coordenadora-Geral de Desenvolvimento Urbano da Secretaria Municipal do Planejamento e Orçamento da Prefeitura Municipal de Aracaju, Pós-Graduanda em MBA em Construções Sustentáveis pelo Instituto Brasileiro de Educação Continuada (INBEC) e pela Universidade da Cidade de São Paulo (UNICID) e Pós-Graduanda em Direito Urbanístico e Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MINAS VIRTUAL).

JOSÉ DALTRO FILHO, Universidade Federal de Sergipe

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Mestre em Recursos Hídricos e Saneamento pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Doutor em Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos Universidade de São Paulo (USP) e Professor do Departamento de Engenharia Civil, Núcleo de Engenharia Ambiental e do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da Universidade Federal de Sergipe.

Downloads

Publicado

2015-11-14

Edição

Seção

1º Seminário de Engenharia Civil