Desenvolvimento de lista de boas práticas para o processo de elevação da alvenaria

Autores

  • Victor Félix de Mesquita Universidade Federal do Ceará
  • Debora de Gois Santos Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.113304

Palavras-chave:

boas práticas, atividades facilitadoras, construção enxuta

Resumo

As empresas construtoras necessitam aplicar conceitos, métodos e técnicas enxutas, para a identificação de atividades que não agregam valor ao produto. Nesse contexto, inserem-se as atividades que contribuem para a melhoria dos processos construtivos. São as boas práticas que buscam eliminar fatores que gerem interrupções nos processos que ocorrem nos canteiros de obras. O objetivo deste estudo consiste em desenvolver uma lista de boas práticas para o processo de elevação da alvenaria estrutural, verificando a frequência de aplicação dessas atividades nos canteiros de obras. O método de trabalho adotado foi o de realização de entrevistas não estruturadas com os gerentes de obras, visitas técnicas e aplicação de lista de verificação para investigar a importância que os gestores dão ao uso de atividades que facilitem o trabalho. Como resultado, foi elaborada uma lista de boas práticas, que constatou que a negligência da maioria dessas atividades poderia resultar na ocorrência de perdas por making-do e, consequentemente, em retrabalhos. A aplicação do checklist nos canteiros mostrou que, mesmo sem perceber, os gerentes utilizam as boas práticas no seu dia a dia.

Biografia do Autor

Victor Félix de Mesquita, Universidade Federal do Ceará

Possui mestrado em engenharia civil pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Sergipe (PROEC-UFS). Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (2007). Cursou um semestre do curso de engenharia civil na Universidade de Nebraska - Lincoln - Estados Unidos (UNL). Possui Pós-Graduação Lato Sensu em EST. Atualmente trabalha como engenheiro civil na Universidade Federal do Ceará.

Debora de Gois Santos, Universidade Federal de Sergipe

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Sergipe (1998), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004). Atualmente é professora Associada I do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Sergipe e revisora das Revistas Ambiente Construído (1678-8621), Scientia Plena, Conexões: Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, e Produção Online (1676-1901). É membro do colegiado do curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil da UFS. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Processos Construtivos, atuando principalmente nos seguintes temas: construção civil, planejamento e controle da produção, processo construtivo, alvenaria estrutural e gerenciamento das construções e de resíduos.

Downloads

Publicado

2015-11-14

Edição

Seção

1º Seminário de Engenharia Civil