Utilização da ultrassonografia para o diagnóstico de mucometra em cabra tratada com PGF2α

Autores

  • Mario Augusto Reyes Alemán USP
  • Bruno Leonardo Mendonça Ribeiro
  • Enoch Brandão Souza Meira Jr.
  • Natália Carrillo Gaeta
  • Eduardo Carvalho Marques
  • Lilian Gregory

Palavras-chave:

caprinocultura, reprodução e hidrometra

Resumo

Na caprinocultura atual, destaca-se a produção leiteira. A intensa exigência reprodutiva desses animais na produção, faz com que as enfermidades desse sistema tenham destaque dentro da cadeia produtiva. Alguns autores afirmam que a mucometra causa prejuízos econômicos na criação de pequenos ruminantes, pois geralmente ocorrem durante a estação reprodutiva, levando a menores taxas de concepção. A ultrassonografia é uma importante ferramenta para visualização do trato reprodutivo permitindo estabelecer o diagnóstico de gestação precoce, bem como identificar algumas enfermidades, como por exemplo, mucometra. Ao visitar um capril leiteiro para diagnóstico de gestação, avaliou-se uma cabra Saanen de aproximadamente 15 meses, nulípara. Ao realizar ultrassonografia na região inguinal, observou-se conteúdo anecóico em grande quantidade no útero, além de trabéculas móveis. O tratamento instituído foi aplicação de 20 mg/ kg de PGF2α via intramuscular, com o intuito de promover lise de corpo lúteo, abertura de cérvix e contração uterina, liberando o conteúdo presente no útero. Ao administrar de PGF2α, 56 horas depois houve liberação de conteúdo intrauterino. Animal apresentou sinais de cio 72 horas depois e foi colocada com o macho ocorrendo a monta. A utilização da ultrassonografia auxilia na identificação de algumas enfermidades reprodutivas, reduzindo o intervalo entre partos melhorando a produtividade.

Downloads

Publicado

2015-04-01

Edição

Seção

III Simpósio Sergipano de Buiatria