Estimativa do balanço hídrico climatológico e classificação climática pelo método de Thornthwaite e Mather para o município de Aracaju-SE

Autores

  • Janisson Batista de Jesus

Palavras-chave:

evapotranspiração, clima, Normal Climatológia.

Resumo

A análise dos dados meteorológicos de determinada região é uma importante ferramenta para a gestão ambiental, sendo o balanço hídrico climatológico (BHC) um dos mais utilizados para caracterizar as entradas e saídas da água no sistema. O BHC serve ainda para classificar o clima por meio da Normal Climatológica, podendo ao longo do tempo verificar variações climáticas em uma mesma localidade. O objetivo do trabalho foi realizar o balanço hídrico e a classificação climática pelo método de Thornthwaite e Mather (1955) para o município de Aracaju-SE. O estudo foi realizado no município de Aracaju-SE, obtendo os dados diretamente do INMET referente ao período de 1961 a 1990 utilizando a estimativa do balanço hídrico por meio do método proposto por Thornthwaite e Mather, sendo realizada também a classificação climática para o mesmo período. Após as análises dos dados, verificou-se que o balanço hídrico apresentou uma evapotranspiração real (ETR) e potencial (ETP) de, respectivamente, 1228,79 e 1544,78 mm, um déficit hídrico de 315,98 mm e um excesso hídrico de 366,20 mm. Quanto à classificação climática, foi encontrado o clima C2rA’a’, sendo caracterizado como um clima sub-úmido, com déficit pequeno ou nulo de água (nos meses de menor precipitações), megatérmico. Portanto, a partir da utilização dos dados de precipitação total mensal e temperatura média mensal foi possível realizar o balanço hídrico climatológico e, adotando os seus dados de entrada pôde-se classificar climaticamente o município de Aracaju-SE pelo método de Thornthwaite (1948).

Biografia do Autor

Janisson Batista de Jesus

Graduado em Engenharia Florestal - UFS, Mestrando em Agricultura e Biodiversidade - UFS.

Downloads

Publicado

2015-05-09

Edição

Seção

Artigos